Olá brisa do mar!

Os nossos corpos são únicos, por isso torna-se difícil criar uma dieta adequada a todas as pessoas.

Como escrevi no meu livro Back to Natural é muito importante diversificar a comida que ingerimos. Por outras palavras, devemos comer um pouco de tudo. Contudo, é também fundamental ouvirmos os nossos corpos. Alguns alimentos não são simplesmente bons para nós como batatas fritas e doces, mas também é importante prestar atenção aos alimentos saudáveis e nutritivos. Por exemplo, enquanto o teu namorado/marido poderá sentir-se bem depois de comer uma beringela ou um abacate, tu poderás ter gases e ficar inchada.

De forma a conseguires identificar os alimentos que poderão não ser apropriados ao teu organismo, aconselho-te a começares a prestar atenção sempre que tenhas, por exemplo, os seguintes sintomas:

  • Gases intestinais
  • Inchaço
  • Obstipação
  • Diarreia
  • Dores de cabeça
  • Refluxo gástrico

Depois pergunta-te o seguinte: o que comi anteriormente? Por exemplo, terá sido pão, ovos, uma fatia de bolo ou uma inocente peça de fruta? Ou terá sido devido a uma má combinação alimentar?

Se queres garantir que identificas o ou os alimentos que te estão a causar desconforto tenho duas dicas para ti:

  1. Como com o estômago vazio o alimento que te provoca alguma suspeita e presta atenção aos possíveis sintomas daí decorrentes
  2. Escreve um diário alimentar durante uma semana (pelo menos) onde incluis tudo o que comes diariamente e os sintomas associados

Já fiz isso e foi muito útil porque rapidamente comecei a aperceber-me que se comer:

  • Fruta no final de uma refeição pesada vou ter gases intestinais e ficar inchada
  • Natas por alguma razão (normalmente evito, mas nem sempre é fácil quando como fora de casa) vou ter gases intestinais

 

Começa a prestar atenção às reacções do teu corpo depois de comeres. Estás pronta para começar a escrever o teu diário alimentar esta semana?

 

Nutre o teu ser,

Natacha

 

Pin It on Pinterest