Olá brisa do mar!

“Sou vegan.”

“Sou paleo.”

“Sou raw.”

Um dos grandes problemas dos “rótulos” é que podem acabar por ser uma prisão. O mundo das dietas é um grande exemplo disso. Quando nos rotulamos (ou nos rotulam) de “vegan” ou de “paleo”, por exemplo, acabamos por nos condicionar também. Ao princípio, contudo, poderá parecer que não. De facto, até nos podemos sentir mais confiantes, mais “nós”. Acabamos por confundir a nossa identidade com o nosso tipo de alimentação. Resultado? Procuramos depois estar só com um determinado tipo de pessoas: as que seguem a nossa dieta. É isto que nos une: a dieta. E se algo entretanto mudar?

O nosso corpo não funciona simplesmente de acordo com a nossa vontade. Por mais que queiramos ser vegan, ou paleo, ou raw, ou…não quer dizer que o nosso organismo também. Há casos, inclusive públicos, de pessoas que ficaram doentes por continuarem a seguir um determinado tipo de dieta. Não mudaram nada para corresponderem às expectativas e ninguém lhes apontar o dedo.

Ao contrário do que se possa pensar as nossas necessidades alimentares podem mudar ao longo do tempo por variadíssimos motivos. Ao nos sintonizarmos com o nosso corpo (ou seja, estabelecermos uma ligação de dentro para fora e não de fora para dentro) apercebemos-nos disso. É que, de facto, cada pessoa sabe melhor do que ninguém o que é certo para si em termos alimentares, desde que preste atenção às mensagens do seu corpo e, claro, esteja bem informada. É que nunca é demais lembrar que consumimos:

  • Proteína animal em excesso
  • Pouca fruta e vegetais

Este tipo de escolhas tem um grande impacto não só ao nível da nossa saúde como tão bem demonstrou The China Study, o maior estudo epidemiológico sobre o impacto da alimentação e do estilo de vida na saúde, mas também do ambiente. Sabias que a pecuária é responsável pela emissão de mais gases de efeito de estufa do que o sector dos transportes?

É, pois, urgente escutarmos o nosso corpo ou corremos o risco de nos tornarmos reféns das nossas dietas.

 

Nutre o teu ser,

Natacha

 

Pin It on Pinterest