Olá brisa do mar!

Por vezes achas que não és boa o suficiente? Duvidas de ti própria? Sentes-te impotente? Não estás sozinha. Na nossa sociedade altamente competitiva é fácil questionarmo-nos. De facto, estamos tão habituadas a construir a nossa confiança por comparação aos/às outros/as que num instante perdemos o foco. Esquecemo-nos que a confiança começa e acaba em nós. Mas o que é a confiança?

Se procurarmos pela palavra “confiança” no dicionário temos a seguinte definição:

“1. Coragem proveniente da convicção no próprio valor”.

A confiança tem só a ver contigo! E eu gostaria de te ajudar neste caminho, por isso hoje partilho contigo algumas dicas para aumentares os teus níveis de confiança.

 

1. Silencia o teu crítico interno

Há uma voz nas nossas cabeças que é a voz da insegurança. De acordo com Tara Mohr, no seu livro Playing Big, o crítico interno é caracterizado por onze características, como por exemplo falar contigo duramente, dizer-te que “ainda não estás preparada” ou considerar-te a melhor ou a pior (tipo de pensamento preto ou branco). Então o que é que tu podes fazer para silenciar o crítico interno? A Tara Mohr dá algumas dicas:

  • Separa o “eu” do crítico interno (ex., não és tu a falar contigo duramente, mas o teu crítico interno);
  • Identifica claramente o teu crítico interno para que da próxima vez que o ouças digas a ti própria “ah, é o meu crítico interno que está a falar”;
  • Tenta perceber os motivos do crítico interno (ex., está a proteger-te do quê e depois agradece-lhe pelas suas preocupações garantindo que está tudo bem).

 

2. Pratica poses de poder 

Os seres humanos tal como os animais expressam poder através dos seus corpos, de acordo com a psicóloga social Amy Cuddy. Na sua Ted Talk ela explica que quando alguém se sente poderoso/a tende a abrir-se, a fazer-se maior (por exemplo estica-se, ocupa espaço). Contudo, quando alguém se sente impotente irá fazer exactamente o oposto. Ele/ela irá encolher-se para se parecer mais pequeno/a. De acordo com a especialista, os nossos corpos alteram a nossa mente e as poses de poder são óptimas para isto. Porquê? As poses de poder irão aumentar os nossos níveis de testosterona diminuir os nossos níveis de cortisol, duas características comuns entre líderes poderosos/as e eficazes. Por isso, da próxima vez que tenhas um acontecimento importante na tua vida (ex., uma entrevista de trabalho ou falar em público) tenta fazer antes uma pose de poder durante dois minutos e vê os teus níveis de confiança aumentar!

 

3. Faz trabalho do espelho

A confiança e a auto-estima estão interrelacionadas. Como escrevi num artigo anterior, o trabalho do espelho da Louise Hay é uma técnica poderosa. O meu conselho é fazeres logo de manhã e ao longo do dia se tiveres a oportunidade. Olha para ti ao espelho e diz “Amo-te muito, [o teu nome]”. Faz isto diariamente e irás começar a olhar para ti própria de outra forma.

 

4. Rodeia-te de pessoas que te apoiam

Precisas de passar o teu tempo com pessoas que te encorajam a ser a melhor versão de ti própria. Evita estar com quem está sempre a criticar-te ou a pôr-te em baixo. Se tens um/a amigo/a assim, talvez tenha chegado a altura de reflectires sobre o propósito desta amizade. Poderá estar a fazer-te mais mal do que bem. No caso de ser um membro da tua família, é possível ser difícil evitá-lo/a, mas podes e deves estabelecer limites.

 

Como é que estão os teus níveis de confiança estes dias?

 

Sorri e sê feliz,

Natacha

 

Pin It on Pinterest