Olá brisa do mar!

Sofres de stress e de ansiedade? Infelizmente é algo comum nos dias de hoje, afectando dos mais novos aos mais velhos, e que nos impacta a inúmeros níveis. 

A prática de yoga – através das posturas ( os chamados asanas), meditação, técnicas respiratórias (pranayama), mantras – chama-nos para o momento presente, para o aqui e agora.

Com os asanas aprendemos a estar em posturas firmes e confortáveis. A nossa atenção foca-se em estarmos na postura e em respirarmos, ou seja, permite-nos parar a nossa mente inquieta.

Com a meditação aprendemos a silenciar a mente focando-nos num só objecto.

Através dos pranayamas controlamos a nossa respiração, fazendo respirações profundas e controladas que ajudam a equilibrar o nosso sistema nervoso.

Com os mantras, a repetição dos sons permite harmonizar a nossa mente.

O yoga permite-nos sair de um estado constante de alerta que caracteriza os dias de hoje e que mais não é do que o controlo do sistema nervoso simpático, responsável pela resposta de luta ou fuga. De facto, nos nossos tempos o stress já não é mais – na sua grande maioria – causado por uma ameaça externa (por exemplo, um leão que nos aparece à frente) e sim o resultado de emoções negativas. Estímulos negativos atrás de estímulos negativos vão criando uma taxa no nosso organismo. Por exemplo, a libertação constante de adrenalina e cortisol sobrecarrega as nossas glândulas suprarrenais.

O yoga, então, permite deixarmos de estar sob o domínio do sistema nervoso simpático para activarmos a acção do sistema nervoso parassimpático, responsável pelo repouso e a digestão.

Vários estudos científicos* mostram ainda a relação entre a prática de yoga e o aumento dos níveis de GABA, neurotransmissor responsável por acalmar os nervos no sistema nervoso central.

É por estas e outras razões que me tornei professora de Hatha Yoga (certificada) aliando esta área ao meu trabalho de health coach. E agora talvez estejas a pensar: 

“Não tenho corpo para fazer yoga…”

“Para fazer yoga preciso de ser mais flexível…”

“Ah, mas…”

Desculpas há mil. O yoga é acessível a todas as pessoas! Há inúmeras posturas de yoga, mais e menos avançadas, e que se podem adaptar aos diferentes níveis de cada pessoa. Assim, para fazeres yoga a única coisa que precisas mesmo é de querer. E só uma última nota, yoga é um caminho que vai para além de praticar posturas, mas isso descobres com o tempo. 😉 

As minhas aulas de yoga para principiantes estão quase a começar. Em breve darei notícias. 🙂 

 

Nutre o teu ser,

 Natacha

 

*Streeter, Chris & Jensen, J & Perlmutter, Ruth & Cabral, Howard & Tian, Hua & Terhune, Devin & Ciraulo, Domenic & Renshaw. (2007). Yoga Asana Sessions Increase Brain Gaba Levels: A Pilot Study. Journal of Alternative and Complementary Medicine (New York, N.Y.). 13. 419-26.10.1089/ACM.2007.6338

Streeter, C.C., Whitfield, T.H., Owen, L., Rein, T., Karri, S.K., Yakhkind, A., Perlmutter, R., Prescot, A., Renshaw, P.F., Ciraulo, D.A., & Jensen, J.E. (2010). Effects of Yoga Versus Walking on Mood, Anxiety, and Brain GABA Levels: A Randomized Controlled MRS Study.  Journal of Alternative and Complementary Medicine (New York, N.Y.), 16 (11), 1145-1152.   https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3111147/ 

Streeter, C.C., Gerbarg, P.L., Brown, R.P., Scott, T.M., Nielsen, G.H., Owen, L., …, Silveri, .M.M. (2020). Thalamic Gamma Aminobutyric ACid Level Changes in Major Depressive Disorder After a 12-Week Iyengar Yoga and Coherent Breathing Intervention. The Journal of Alternative and Complementary Medicine, 26(3), 190-197. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31934793/

 

 

  • Facebook
    856 Followers

 

 

 

Pin It on Pinterest